ESPETÁCULOS

“Contos Coreográficos” é um projeto idealizado para apresentar diferentes temas em forma de coreografias. É uma provocação facilmente reconhecida nas obras de Taís Vieira desde a época em que estava a frente da direção e coreografia da extinta “Membros Cia de Dança”. Sua marca antes relacionada como expressiva e forte por abordar temas violentos, exige hoje cada vez mais um olhar criativo e literário para um corpo investigativo, muitas vezes observado como um “corpo diário”. Neste caso, pessoas que tem marcas expressivas impressas em seu viver dividem com outros temas fortes construídos pela licença poética de fazer uma obra coreográfica a fim de provocar alguma reflexão social.

“A ARTE ASSUMINDO SEU CARÁTER POLÍTICO NA SOCIEDADE”

 “PENHA: um ensaio sobre violência doméstica”
Tema: Violência contra a Mulher

Penha é um espetáculo de dança, inspirado na Lei Maria da Penha, que apresenta coreograficamente a violência doméstica, na medida em que as relações de vida se revelam pelos intérpretes.

“De repente o mundo está todo parado para ela. Só para ela. Ao seu redor tudo move, tudo gira, anda, muitas danças acontecem, ela observa, mas já não acompanha o ritmo, sua trilha sonora é feita por descompassos, silêncio. Ele passa por ela, ela deseja que ele siga... em frente.

E tudo continua, ela parte de uma obra inacabada, ele um “artista agressor”.

Modalidade: Dança Experimental

Tempo de duração: 45min

Direção e Concepção: Taís Vieira

Coreografia: Coletivo flores

Intérpretes: Dani Morethe, Joyce Pacheco, Lorena Bittencourt, Luiz Philipe Spranger, 

Luize Helena Pessanha, Rafael de Souza, Renato Mota e  Thiago Morethe .

“O ÚLTIMO BICHO DE PELÚCIA"
Tema: Violência Infantil.

O norte de criação desta obra partiu de pesquisa realizada com adultos que na infância passaram por assédio/abuso sexual.


“O último bicho de pelúcia” conta sobre adultos que precisam romper com medos e lembranças amargas que confundem as memórias de uma infância atropelada por abusos. Para alguns até parece que nada aconteceu, o trauma provoca certa confusão entre realidade e fantasia. Para outros o dia a dia provoca alarmes de sensações que não conseguem ficar no passado. Muitos, alguns, eles, ela, eu, você ninguém esta muito distante da violência por qual passam muitas crianças.


Entre poesia e realidade de histórias pesquisadas, colocamos na arte um papel fundamental de discussão sobre o tema a fim de provocar e ser provocado na busca de um viver mais gentil.

Modalidade: Dança Experimental

Tempo de duração: 56min

Classificação: 12 anos

Direção e Concepção: Taís Vieira

Coreografia: Coletivo flores

Intérpretes: Dani Morethe, Lorena Bittencourt, Luiz Philipe Spranger, 

Luize Helena Pessanha, Rafael de Souza, Renato Mota e  Thiago Morethe .

“BICHO URBANO" (para espaço urbano)
Tema: Violência Infantil.

Dando continuidade a pesquisa sobre violência infantil esta obra traz muitas informações que vão desde o acúmulo de pessoas,até a sobrecarga de movimentos e objetos em cena. É o caos da violência abordado por uma ordem poética a ser confundido e misturado a cena urbana. A estética conflituosa da dança passeia por valores morais trazendo para a arte uma forma de fazer política com o corpo.

Modalidade: Dança Experimental

Tempo de duração: 18min

Direção e Concepção: Taís Vieira

Coreografia: Coletivo flores

Intérpretes: Dani Morethe, Luize Helena Pessanha,

Rafael de Souza, Renato Mota, Thiago Morethe.

“Bem me Quer - Mal me Quer” (trabalho fora de circulação)
Tema: Mulher


Conhecida como sexo frágil, mãe, esposa... Nesta obra a mulher é observada como mulher. Suas trocas de humor, seus conflitos em relação a ser tantas e não ser quem de fato é. A mulher que ama, que cuida de tudo dá lugar á mulher que não quer amar, que não quer ser frágil, mulher que briga, ri, chora, se diverte, bebe, come e ama. Sempre o amor e todos os conflitos!!!

Modalidade: Dança Experimental

Tempo de duração: 45min

Direção e Concepção: Taís Vieira

Coreografia: Coletivo flores

Intérpretes: Dany Possidônio, Fernanda Bueno,

Gabrielli Leite e Jhôsie Garcia 

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Produção e Execução:

© 2019 Renato Mota