Buscar
  • Renato Mota

"CONVERSAS COREOGRÁFICAS" com o Coletivo Flores no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro

Nos dias 21 e 22 de março o Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro recebe o Coletivo

FLORES apresentando seus premiados espetáculos de dança, com o projeto CONVERSAS COREOGRÁFICAS. O projeto propõe a apresentação de duas obras selecionadas do repertório de dez anos do Coletivo: "PENHA: um ensaio sobre violência doméstica" e “O Último Bicho de Pelúcia". Além dos trabalhos coreográficos serão propostos também a oficina “Dança Narrativa”, com a Coreógrafa e Diretora Artística Taís Vieira e a Roda de Conversa com o tema “Acessibilidade na Dança”, com a Mestre em Comunicação Acessível Dilma Negreiros.

Os trabalhos do Coletivo Flores são desenvolvidos a partir de Contos “Coreográficos”, um projeto para apresentar diferentes temas em forma de coreografias. É uma provocação facilmente reconhecida nas obras da coreógrafa Taís Vieira. Sua marca antes relacionada como expressiva e forte por abordar temas violentos, exige hoje cada vez mais um olhar criativo e literário para um corpo investigativo, muitas vezes observado como um “corpo diário”. Neste caso, pessoas que tem marcas expressivas impressas em seu viver dividem com outros, temas fortes construídos pela licença poética de fazer uma obra coreográfica provocante e reflexiva. Essa licença poética de fazer dança como quem faz cinema permite ao Coletivo FLORES propor um passeio coreográfico em forma de conto para abordar um tema, surgindo assim os espetáculos.


Conversas Coreográficas é apresentado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e a Secretaria Municipal de Cultura e uma realização do CIEMH2 Núcleo Cultural



DIA 21 DE MARÇO (sábado)

>> Às 20h

Espetáculo "PENHA, um ensaio sobre violência doméstica”

Modalidade: Dança Experimental

Tempo de duração: 45min

Classificação: 12 anos

Ingressos: R$15 (meia entrada) | R$30 (inteira)

https://riocultura.superingresso.com.br/#!/evento/d867c2746c40f8dbe191a050daec55ce


“Gosto de ver você chorando, você fica mais bonita”.

Ver beleza nas lágrimas de quem sofre é uma tortura que justifica o “poeta agressor”. Mas aquela parte da peça encolhida no canto da casa, já nem percebe as palavras de “elogio”, já não se sente bonita nem quando sorri e suas lágrimas já não são apenas dos olhos, sua alma vai saindo dela como se fosse um sopro do que imaginava que seria sua vida. De repente ela está de volta, não inteira, mas em muitas partes como um belo mosaico.

“PENHA” tem como norte de criação a pesquisa realizada, com base na Lei Maria da Penha, sobre fatos e relatos reais de violência contra a mulher.


Teaser: https://youtu.be/In5RMRw0Wvc


Ficha Técnica

Direção e Concepção – Taís Vieira

Coreografia – Coletivo Flores

Intérpretes – Daniele Morethe, Lorena Bittencourt, Josiane Sueiros, Joyce Pacheco, Luiz Philipe Spranger, Rafael de Souza, Renato Mota, Thiago Morethe.

Trilha Sonora – Autores Diversos / Colagem Musical – Taís Vieira e Thiago Morethe

Designer Gráfico: Juan Porto

Produção: Dilma Negreiros / CIEMH2



>> das 16 às 18h

Oficina “DANÇA NARRATIVA” com Taís Vieira

Público: a partir de 15 anos

Investimento: R$40

Inscrições: oficinasciemh2@gmail.com

A oficina proporcionará imersão no método coreográfico desenvolvido pela diretora artística Taís Vieira, criadora do método "leitura de signos" para composições coreográficas. Pesquisadora de campos a partir da investigação: "Literatura Marginal", "Danças urbanas para o corpo feminino", "Dança Política" e "Universo feminino". Teve seu trabalho reconhecido em diversos países, dentre eles: França, Suíça, Alemanha, Espanha, Itália, Portugal, Chile, Argentina e outros. Fundadora e Coreógrafa da Membros Cia de dança e do Coletivo Flores, pesquisadora do universo Hip Hop. No Brasil atuou em importantes festivais com espetáculos de sua autoria, como palestrante, júri em danças urbanas e curadoria, entre eles Panorama Rioarte, Festival de Dança de Joinville, Solos Sesc de Danças e outros.



DIA 22 DE MARÇO (domingo)

>> Às 18h

Espetáculo “O ÚLTIMO BICHO DE PELÚCIA”

Modalidade: Dança Experimental

Tempo de duração: 56min

Classificação: 12 anos

Ingressos: R$15 (meia entrada) | R$30 (inteira)

Adultos que precisam romper com medos e lembranças que confundem as memórias de uma infância atropelada por abusos. Para alguns parece que nada aconteceu, pois, o trauma provoca certo conflito entre realidade e fantasia, para outros o dia a dia provoca alarmes e sensações da experiência que não conseguem ficar no passado.

Entre poesia e a realidade das histórias pesquisadas, colocamos na arte um papel fundamental de discussão sobre o tema a fim de provocar e ser provocado na busca de um viver mais gentil.


O conto “O ÚLTIMO BICHO DE PELÚCIA” tem como norte de criação a pesquisa realizada com adultos que na infância passaram por assédio/abuso sexual.


Teaser: https://youtu.be/MWE7Io8ydLI


Ficha Técnica

Direção e Concepção – Taís Vieira

Coreografia – Coletivo Flores

Intérpretes – Daniele Morethe, Lorena Bittencourt, Josiane Sueiros, Joyce Pacheco, Luiz Philipe Spranger, Rafael de Souza, Renato Mota, Thiago Morethe.

Trilha Sonora – Autores Diversos / Colagem Musical – Taís Vieira

Designer Gráfico: Juan Porto

Produção: Dilma Negreiros / CIEMH2



>> Às 19h

Roda de Conversa com o tema “Acessibilidade na Dança”, com Dilma Negreiros.

Duração: 50 min

Entrada Gratuita

Graduada em Pedagogia, Especialista em Acessibilidade Cultural (UFRJ), Mestre em Comunicação Acessível (IPLeiria/Portugal). Diretora de Produção do Coletivo Flores e CIEMH2 Núcleo Cultural. Atuou como produtora da DI Cia de Dança, Banda ART.1 e Membros Cia de Dança em diversos projetos nacionais desde 1999. Em âmbito internacional, participou do Festival Dies de Danza(Espanha), Festival Brasil Move Berlim 2009(Alemanha), Festival InArte (Portugal) e Festival Diagonales de Dansa (Argentina).






SERVIÇO

Espetáculo “PENHA: um ensaio sobre violência doméstica”

21/03 (sábado) às 20h

Ingressos: R$15 (meia) | R$30 (inteira)

Espetáculo “O Último Bicho de Pelúcia”

22/03 (domingo) às 18h

Ingressos: R$15 (meia) | R$30 (inteira)

Oficina “Dança Narrativa”

21/03 (sábado) das 16 às 18h

Investimento: R$40

Roda de Conversa “Acessibilidade na Dança”

22/03 (domingo) às 19h

Entrada Gratuita Centro Coreográfico do Rio de Janeiro

Endereço: Rua José Higino 115, Tijuca (no estacionamento do supermercado Extra).

Horário de funcionamento: Terça a domingo, das 9h às 22h.

Telefone: (21) 3238-0357 / 2268-7139 / 3238-0601

Mais informações: ciemh2@gmail.com| www.coletivoflores.com

0 visualização
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Produção e Execução:

© 2019 Renato Mota